No Brasil, desde o dia 06/09/2015:

0
Mulheres Assassinadas
Uma a cada hora e meia
0
Jovens Negros Assassinados
Dois a cada hora
0
Mulheres
Espancadas

Cinco a cada dois minutos

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo.

VOCÊ PODE AJUDAR A MUDAR ISSO!

O Brasil é um dos países mais violentos do mundo.

VOCÊ PODE AJUDAR A MUDAR ISSO!

CAMPANHA

Somos um dos países mais violentos do mundo. É uma triste realidade traduzida em números inaceitáveis:
O racismo é uma violência enraizada em nosso cotidiano. Em 2012, 30 mil das 56 mil pessoas assassinadas no nosso país eram jovens entre 15 e 29 anos. Desses, 77% eram negros.
As mulheres brasileiras ainda são vítimas de vários tipos de violência. Em 2011, foram notificados 12.087 casos de estupro no Brasil. Isso significa 23% do total registrado em 2012. A subnotificação revela uma realidade alarmante do medo de denunciar, que resulta em impunidade.
Seis em cada dez brasileiros conhecem alguma mulher que foi vítima de violência doméstica. O machismo (46%) e o alcoolismo (31%) são apontados como principais fatores que contribuem com este cenário.
Cinco mulheres são espancadas a cada dois minutos no Brasil.
Uma em cada cinco mulheres consideram já ter sofrido algum tipo de violência por parte de homens conhecidos ou desconhecidos. Em mais de 80% desses casos a agressão foi atribuída ao marido ou ao namorado.
Você pode ajudar a mudar tudo isso!
Participe!
Apoie o Fundo Brasil de Direitos Humanos e o ELAS Fundo de Investimento Social na construção de um país menos violento.
A campanha lançada no dia 6 de setembro, no BR Day NY, continua até o dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.
Durante esse período ocorrem algumas datas marcantes para a defesa e promoção de direitos como:
- Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver, no dia 18 de novembro;
- Dia da Consciência Negra, 20 de novembro;
- Dia Internacional da não-Violência contra a Mulher, em 25 de novembro.
O Fundo Brasil e o Fundo ELAS apoiam organizações que enfrentam as violações de direitos e visam reduzir a violência nas ruas e nos lares de todo o Brasil.
Faça parte você também da campanha "Brasil sem violência"!
Apenas com a sua participação poderemos construir um país mais justo para todos e todas.
Doe agora!
E você pode fazer ainda mais divulgando a nossa campanha para os seus amigos nas redes sociais. É só clicar nos ícones.

Elas - Fundo de Investimento Social

Lançado em 2000, o Fundo Elas é o único voltado exclusivamente para a promoção de direitos de mulheres jovens e adultas no Brasil e foi o primeiro fundo de justiça social no país. Mobiliza e investe recursos em iniciativas relacionadas ao protagonismo das mulheres, com a visão de que elas são as principais agentes transformadoras da sociedade. Já apoiou 315 grupos de mulheres em todas as regiões brasileiras, por meio de 19 concursos de projetos. Investiu R$ 7,4 milhões – R$ 6 milhões em doações e o restante na construção de capacidade das organizações e grupos apoiados. Apoia grupos que promovem a independência econômica, o empreendedorismo, o acesso à educação, a prevenção da violência contra mulheres e meninas, a defesa de direitos, o acesso à saúde, a inclusão às novas tecnologias de informação, a arte e a cultura, a preservação do meio ambiente e da biodiversidade, o respeito à diversidade étnica, racial, sexual, geracional e o acesso aos esportes.
Além do apoio financeiro, também acompanha as ações e as atividades dos grupos.
O Fundo Elas é associado a Women's Funding Network, International Network of Women's Funds, International Human Rights Funder Group, Win- Win Coaltion. E é parceiro da Ford Foundation, Oak Foundation, Instituto Avon, Instituto Unibanco, Global Fund for Women, Sigrid Rausing Trust.
Para saber mais sobre o Fundo Elas, clique aqui.

Fundo Brasil de Direitos Humanos

Criado sob a orientação de ativistas e acadêmicos respeitados, o Fundo Brasil começou suas atividades em 2006 como fundação privada, sem fins lucrativos. Já destinou R$ 11,7 milhões a cerca de 300 projetos em todo o país por meio de nove editais anuais de seleção e cinco chamadas temáticas. Realiza oficinas de treinamento para representantes de projetos apoiados e integrantes de redes de direitos humanos e faz visitas de monitoramento em todas as regiões brasileiras.
São beneficiários(as) das ações: afrodescendentes, população LGBT, mulheres, pequenos(as) agricultores(as), comunidades tradicionais, povos indígenas, quilombolas, população carcerária, vítimas e familiares de violência policial; e grupos impactados por empreendimentos urbanos e grandes obras de infraestrutura.
O Fundo Brasil tem a missão de contribuir para a realização de direitos humanos no país, construindo mecanismos inovadores e sustentáveis que canalizem recursos para fortalecer organizações da sociedade civil e para desenvolver a filantropia de justiça social.
Para saber mais sobre o Fundo Brasil, clique aqui.

CONTATO

Imprensa:

Brasil: comunicacao@brasilsemviolencia.org.br
USA: press@brasilsemviolencia.org.br

Geral:

Contato: contato@brasilsemviolencia.org.br